Quarta-feira, 2 de Novembro de 2011

Salvo expressamente previsto, a demora pelas Partes em exercer quaisquer direitos, poderes ou privilégios concedidos pelo contrato não terá por efeito ou significado a renúncia a qualquer desses direitos, poderes ou privilégios; a renúncia pelas Partes a quaisquer direitos, poderes ou privilégios concedidos pelo presente contrato não terá por efeito ou significado a renúncia a qualquer outro direito, poder ou privilégio; o exercício pontual ou parcial de quaisquer direitos, poderes ou privilégios concedidos pelo presente contrato pelas Partes não terá por efeito ou significado a preclusão de qualquer futuro exercício do mesmo direito, poder ou privilégio ou outro.

 

Acho sempre graça às pessoas que ficam surpreendidas com retaliações tardias às pulhices que fizeram no passado. Há uma vida lá fora, as pessoas têm mais que fazer e não há vagar para todas as solicitações. Mas isso não significa a gente se esqueça.

publicado por Laura Abreu Cravo | partilhar
E-mail
lauraabreucravo@gmail.com
pesquisar neste blog
 
arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2012

Novembro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

subscrever feeds